O conceito Anima e as construções saudáveis

Para abordarmos o conceito Anima é importante mencionarmos, inicialmente, três dados importantes sobre a sustentabilidade e como ela se tornou fundamental na arquitetura moderna.

O primeiro dado revela que pesquisas recentes apontam que 80% das pessoas consideram o meio ambiente uma prioridade ao buscarem um local para conviver.

Além disso, ao longo do nosso dia, passamos 90% dentro de um espaço construído, o que torna o conforto, bem-estar e tudo o que esteja ligado a aspectos sustentáveis itens obrigatórios nos empreendimentos modernos.

Em terceiro lugar, o GBC Brasil – organismo internacional voltado ao fomento da construção civil sustentável – realizou um estudo onde foi constatado que empreendimentos com essas características têm potencial de valorização até 20% maior do que os projetos convencionais.

Devemos salientar ainda que, ao conceituarmos espaços construtivos voltados à sustentabilidade, precisamos enfatizar nove fundamentos. São eles: boa ventilação; boa qualidade do ar; adequada saúde térmica; boa qualidade da água; controle de umidade; controle de poeiras e pragas; diminuição de ruído; boa iluminação e vistas; segurança e proteção.

Identificados esses pontos, outra estratégia adotada em um empreendimento saudável é o conceito Wellness. Traduzido como bem-estar, prega o equilíbrio nas diversas áreas de nossas vidas, e quais as estratégias a serem aplicadas nos empreendimentos que incentivem as pessoas a buscarem essa condição.

Um dos princípios é o bem-estar físico, com a proximidade de locais onde são praticados exercícios e projetos que incluam academias e piscinas com raia – estratégias como, estar perto de lugares aonde são praticados exercícios. O bem-estar espiritual, por meio de espaços para a prática de yoga, meditação e que levem à conexão com a natureza, e bem-estar social, com áreas sociais conectadas e integradas, espaços gourmet, cafés e espaços de beleza também são fundamentais.

Não podemos falar do conceito Anima sem mencionar o design biofílico, que busca trazer um pouco da natureza para nossa vida interna, preenchendo essa lacuna entre necessidade genética e a realidade do estilo de vida que temos atualmente.

Hoje o design biofílico é estudado como uma estratégia complementar para abordar o estresse e a produtividade no local de trabalho, desempenho dos alunos dentro das escolas, recuperação dos pacientes nos hospitais e até a melhora do sono em residências que implementam a biofilia.

O que se percebe com esses estudos é que nosso comportamento e estilo de vida estão intrinsicamente ligados aos ambientes construídos. A percepção de saúde e bem-estar vem de dentro dos ambientes e gera um sentimento positivo nas pessoas que pode levar de fato uma comunidade saudável.

A partir dessas e de outras práticas voltadas à sustentabilidade e, por consequência, à qualidade de vida, queremos criar uma experiência positiva para os usuários em todos os pontos de contato e em todas as interações.

Queremos impactar as pessoas e a cidade com uma arquitetura e design que tragam sensações de alegria a todo o momento e em todos os lugares.

Somos feitos de paixão, inspiração, realização, conexão, empatia e modernidade. Por isso, alinhamos a nossa experiência com o olhar dos melhores arquitetos para trazer inovação e sustentabilidade a edifícios cheios de personalidade, com alto potencial de valorização.

Esse, resumidamente, é o conceito Anima!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *